• Início

A propósito de Férias de Verão

A Saúde e o Bem-Estar (Parte I)

Em Portugal, o Cluster da Saúde e Bem-Estar1 apresenta um elevado potencial de crescimento (a par com a forte tendência a nível global), sendo os principais factores críticos de sucesso: condições culturais, recursos naturais, fatores Verao 1geoeconómicos e a competitividade. Esta última é decorrente, em grande medida, da sua associação ao Turismo de Saúde2, produto estratégico claramente identificado para o nosso desenvolvimento económico e turístico3.

Hoje, em perfeita harmonia com o cânone da saúde holística e de bem-estar da OMS, o Turismo de Saúde oferece experiências ativas e integradas, gratificantes do ponto de vista físico e emocional (tornando-as memoráveis), em resposta às novas necessidades: saúde-expectativas-tendências.

Tudo começa a convergir, senão leiam-se os resultados do estudo da Fundação Calouste Gulbenkian, Um Futuro para a Saúde – todos temos um papel a desempenhar4, que preconiza a aposta na saúde sustentável (afastando-se do modelo atual do sistema em torno dos eixos Hospital/Doença), apontando o foco para a literacia e autopromoção da saúde. Doentes ou saudáveis, as PESSOAS passam a ser os atores centrais, corresponsáveis e proativos na gestão da sua saúde. 

Todos nós, doentes, cuidadores formais e informais, familiares, amigos, PESSOAS, temos nas mãos a nossa sustentabilidade, basta que demos a cara (e o corpo!) em prol da vida saudável e estilos de vida que nos permitam viver mais e melhor.

São estas mudanças de mentalidade dos consumidores que dão origem a novas formas de ser e estar na vida…O lema é: Faça Você Mesmo. A ação é: Viver melhor…e até pode ser turista dentro casa, ora espreite aqui:

Tendência Being Alive
Tendência Do it Yourself
Tendência Health, Wealth and Happiness
Tendência Social Fitness

Porque não começa já neste verão?

Catarina Marques
(Coordenadora do Núcleo da Dor)

Artigo publicado no Boletim nº 56 (Julho a Setembro de 2015)

1 Mendes, Fernando Ribeiro, As necessidades de qualificação no Cluster da Saúde e Bem-Estar – Estudo Estratégico, Lisboa, CP, 2015.
2 Contempla: Turismo Médico, Turismo Estético, Talassoterapia, Termalismo, SPA, Climatismo, Health & Wellness Resorts e Residências Assistidas, com apoio médico e cuidados de saúde.
3 https://www.publico.pt/sociedade/noticia/turismo-de-saude-e-bemestar-pode-render-mais-de-400-milhoes-de-euros-por-ano-1630767
4 Crisp, Lord Nigel, Um Futuro para a Saúde – todos temos um papel a desempenhar. Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, Programa Gulbenkian Inovar em Saúde, 2014.